SOBIS CITA VIAGEM LONGA A ALAGOAS AO DEFINIR VITÓRIA NO CLÁSSICO: “SUPERAÇÃO”

Autor do gol da vitória sobre o América-MG, atacante valoriza triunfo no Horto após semana que teve ida ao interior alagoano e jogo em “pior campo que já jogou na vida”

 

Foi 1 a 0, com gol de pênalti. Mas o Cruzeiro venceu o América-MG, no clássico, neste domingo, no Independência (veja os lances no vídeo acima), e assumiu a liderança provisória do Campeonato Mineiro, com 19 pontos (um a mais do que o Atlético-MG, que joga nesta segunda-feira, contra o Tupi, também no Horto). Rafael Sobis foi o nome da partida, já que sofreu e cobrou a penalidade, ainda no primeiro tempo, garantindo o triunfo cruzeirense.

Após a partida, Sobis lembrou que, além das dificuldades esperadas por disputar um clássico, o Cruzeiro teve que superar o cansaço pela longa viagem até Murici, no interior de Alagoas, além do desgaste por ter atuado “no pior campo que já jogou na vida”.

 

Foi uma viagem complicada para lá (Murici-AL), longa, jogo difícil, com a dificuldade do campo, que não cabe mais falar. Foi a semana toda viajando, e o tempo curto entre um jogo e outro. Não somos máquinas! Foi na superação. Sabíamos que o jogo seria difícil, poderíamos ter matado o jogo antes, mas, paciência, foi assim, então…

“Mérito de todo mundo”

Sobre o bom momento que atravessa na temporada e no Cruzeiro, Rafael Sobis preferiu ressaltar a boa fase do time cruzeirense, que, segundo ele, teve início na reta final do Campeonato Brasileiro do ano passado.

– Não sou só meu, o mérito é de todo mundo. Ano passado as coisas se complicaram para nós, pelo fato de o time não andar tão bem, os rivais perderam o respeito. No fim do campeonato a gente se recuperou, talvez até tivéssemos conseguido ir para a Libertadores com mais algumas rodadas. Este ano começou o trabalho do zero, para todo mundo.

 

Fonte:globo.com

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*