MARCELO OLIVEIRA SE VÊ DESRESPEITADO NO GALO E CRITICA DIRETORIA DO CLUBE

Treinador ainda se mostra magoado da forma como foi demitido do Atlético-MG: “Tenho carinho grande pelo Atlético-MG, vivi muitos anos lá e fiquei decepcionado”

 

Sem trabalhar desde dezembro de 2016, quando foi demitido após a primeira partida da final da Copa do Brasil contra o Grêmio, quando treinava o Atlético-MG, Marcelo Oliveira não escondeu a mágoa de como foi tratado pela diretoria do clube mineiro. Em entrevista ao“Bem, Amigos!”, nesta segunda-feira, o técnico disse ter sido desrespeitado, mas garantiu que isso faz parte do seu passado

Foi surpreendente, do meu modo de ver foi um desrespeito inédito, não me lembro de um acontecimento assim. Parece que abriram mão do segundo jogo. Tenho carinho grande pelo Atlético-MG, vivi muitos anos lá e fiquei decepcionado. Tínhamos todas condições de jogar contra o Grêmio, não tinha problema nenhum com ninguém, o ambiente era bom. O futebol foi invadido por pessoas que não são do futebol. A rede social, um comentário, uma pressão da torcida faz com que as coisas mudem rapidamente. (…) Demorei 15 anos para trabalhar como técnico, depois que atuei como jogador. Já sabia que era assim e me prepararei para tudo. Foi um desrespeito inédito, mas nada que vá me abalar para novos trabalhos.

Questionado se poderia voltar ao Atlético-MG, Marcelo deixou claro que não se vê mais no comendo técnico do Galo com os atuais os dirigentes do clube.

–  Com essa diretoria, naturalmente não e por ter saído dessa forma não sei se voltaria num tempo maior. Temos respeito e carinho pela torcida, pelo clube, grandeza instituição. Às vezes são pessoas que passam pelo clube. Fiquei decepcionado, mas faz parte do meu passado.

 

Fonte:globo.com

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*