MANO COMENTA EVOLUÇÃO DE DEDÉ, EVITA ESCOLHER ADVERSÁRIO E JÁ MIRA O SÃO PAULO

Cruzeiro venceu o Democrata-GV neste domingo, em jogo no Mineirão

O técnico Mano Menezes usou a partida deste domingo, contra o Democrata-GV (2 a 0), para observar jogadores. Entre os atletas avaliados, o comandante celeste destacou a evolução do zagueiro Dedé, um dos poucos destaques em campo. O zagueiro ficou por um ano e vinte e dois dias afastado dos gramados por causa de grave lesão no joelho – a volta dele foi em 21 de março, quando participou do empate sem gols com o Joinville, pela terceira rodada do Grupo C da Primeira Liga. Fábio também voltou ao gol do Cruzeiro e esquentou a briga por posição.

Nós temos duas oportunidades para os que não jogam. O dia a dia, que a gente treina o comportamento que quer ter, e quando as oportunidades de jogo aparecem você tem que ter as condições de responder. Por ter trocado a equipe, faltaria entrosamento, mecânica de jogo, então você teria que se impor. E foi isso que eles tentaram fazer, construímos a vitória assim, sem riscos. O jogo foi importante para alguns deles, como o retorno do Fábio, o segundo jogo do Dedé, que já foi possível ver uma evolução dele para o jogo em Joinville”, disse Mano, que seguiu comentando a partida do defensor.

Claro que no dele (Dedé) é especial. Fazia muito tempo que não jogava, agora fez dois jogos de 90 minutos, fez um gol, todo muito fica feliz pela equipe e por ele também”, afirmou Mano Menezes.
A Raposa terá pela frente nas semifinais o América, a exemplo do ano passado, quando acabou eliminada pelo Coelho, que conquistou o título estadual em cima do Atlético. O Coelho ficou no empate diante do Villa Nova, por 1 a 1, no Independência, e manteve o terceiro lugar, se credenciando como adversário da equipe estrelada.

“Eu não costumo escolher adversário, isso não nos pertence. Tem uma chance maior de ser o América, mas pode acontecer uma alteração ainda. Talvez você viaje menos pegando o América, mas enfrenta um adversário que está acostumado com decisões, o atual campeão mineiro. Mas temos que enfrentar o que vai ser colocado”, disse Mano, antes da confirmação do Coelho como oponente celeste nas semifinais.

Fonte:uai.com

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*