LUAN COMEMORA PRIMEIRO GOL NO ANO, E ROGER PEDE PACIÊNCIA COM O ATACANTE

Atacante entra no segundo tempo e sela vitória sobre a URT, marcando o segundo gol do Atlético-MG no triunfo deste domingo, no Independência

 

Depois de muitas horas na academia, alguns treinos e duas partidas, saiu o primeiro gol do atacante Luan na temporada 2017. Ele marcou o segundo gol do Atlético-MG na vitória por 2 a 0 sobre o URT, no Independência, pela nona rodada do Campeonato Mineiro. O “Maluquinho” entrou no segundo tempo e mudou o jogo, sendo um dos destaques do time no triunfo que manteve o Galo 100% no Estadual.

+ Água mole, pedra dura… Jogadores do Galo exaltam insistência em vitória

Para Luan, foi mais uma superação na carreira. Ele entrou na etapa final e pediu para os companheiros matarem o jogo, mas coube a ele sacramentar mais uma vitória do Atlético-MG no Campeonato Mineiro.

– Toda vez que eu venho aqui e passo por um momento difícil, acabo fazendo gol. Importante, porque o time deles é de qualidade. Até falei com o Fred e o Robinho que tinha que matar o jogo. Acabei fazendo o gol, que foi muito importante. O gol é para toda a minha família e para a torcida atleticana.

 

Luan vem voltando aos poucos, após mais uma lesão no joelho. Foram 26 minutos contra o Tupi-MG e 35 contra o Tricordiano, até os 45 diante da URT. Ele sabe que terá que trabalhar muito para voltar ao time titular, e pra isso precisará melhorar a cada dia.

– Saudade de fazer gol, mas eu trabalho no dia a dia, sei da importância que tenho dentro do grupo, o time está bem encaixado. Vou buscando meu lugar no time, tentar melhorar a cada dia e ajudar o time a sair com a vitória.

O técnico Roger Machado voltou a destacar que é preciso ter calma com Luan. O treinador vem colocando ele aos poucos, e pede que a torcida o entenda caso não o coloque em quadra.

– Gradativamente temos que inserir o Luan. Terceiro jogo que ele entra. Primeiro jogo foram 25 minutos, o segundo 35 e hoje 45 minutos. Depois de um longo tempo inativo, ele precisa readquirir confiança e “treinabilidade”. O Luan está treinando conosco há 20 dias, temos que ter paciência para colocar os atletas. Foi especial colocar ele em campo, pois já sabíamos dessa relação com o torcedor. Sempre que se julgar necessário, eu sempre vou colocá-lo. Mas peço ao torcedor para entender quando ele tiver que sentar do meu lado – destacou Roger Machado.

 

Fonte:globo.com

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*