FÁBIO VOLTA A FALAR EM CHANCE NA SELEÇÃO APÓS BRILHAR DE NOVO NOS PÊNALTIS

Herói celeste contra o Flamengo avisa: ‘Se precisar de goleiro, estou lá’

Um dos destaques na conquista do pentacampeonato da Copa do Brasil pelo Cruzeiro, Fábio voltou a brilhar e foi decisivo para o triunfo diante do Flamengo, nos pênaltis, por 5 a 3, na noite desta quarta-feira, no Mineirão, na grande final. Ele defendeu a cobrança do armador Diego e viu Thiago Neves decretar a festa celeste. Em meio à comemoração, mais uma vez festejado pela torcida, que reconheceu a importância do ídolo, o veterano camisa 1 mandou o recado: ainda almeja uma chance na Seleção Brasileira.

Depois da vitória por 5 a 3 nos pênaltis, que teve Fábio como herói, jogadores e comissão técnica comemoraram muito no gramado do Mineirão. Capitão Henrique ergueu a taça do penta no Gigante

Considerado um injustiçado por muitos, que não entendem o motivo pelo qual ele não tem chance na Seleção, Fábio deixou claro que ainda não desistiu do sonho de defender a equipe verde-amarela. “O Tite está fazendo um excelente trabalho. Estamos todos na torcida. Nós vimos que a Seleção está no caminho certo. Se precisar de um goleiro, estou lá”, declarou o ídolo de 36 anos, no Cruzeiro desde janeiro de 2005.
Fábio já se destacara na partida de volta das semifinais da Copa do Brasil, diante do Grêmio, também no Mineirão. Ele defendeu a cobrança de Luan e foi fundamental para a vitória por 3 a 2 nos pênaltis. Na finalíssima, voltou a mostrar serviço e liderou a equipe celeste na conquista do pentacampeonato, deixando o gramado como herói.

 

Enquanto a torcida o saudava e gritava o nome do ídolo, o goleiro disse que Seleção é um prêmio aos que mais se destacam nos clubes. “Eu cresci vendo a Seleção Brasileira. Vendo os que estavam melhores no momento, independente de terem jogado com o treinador ou não. Infelizmente, ao longo desses anos que passaram, vimos muitos treinadores na Seleção que estavam levando jogadores que atuaram com eles nas equipes. Infelizmente, não os melhores daquele momento. Eu continuo respeitando todos os goleiros que estão aí”, enfatizou.

 

Fonte:uai.com

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*