ENDERSON ELOGIA RIVAL, CITA PREPARAÇÃO DO AMÉRICA E CRÊ EM DEFESA FORTE PARA O CLÁSSICO

Técnico quer usar semana de treinos em busca de equilíbrio no Coelho

Depois de cinco jogos fora de casa e uma maratona de longas viagens, o América venceu duas partidas no Horto, voltou aos G4 do Campeonato Mineiro e, mais uma vez, terá uma semana para se preparar para o compromisso do clube no Independência. Para o técnico Enderson Moreira, o Coelho chega para o clássico contra o Cruzeiro em uma situação um pouco mais confortável do que a vivida na segunda quinzena de fevereiro.

A defesa é um dos pontos fortes do time. Em dez jogos, o Coelho sofreu gols apenas em três. Porém, as partidas aconteceram em sequência e incluem a goleada para o Atlético por 4 a 1 – os outros dois foram na derrota por 1 a 0 para o Flamengo e no empate por 2 a 2 com a Caldense. O comandante americano acredita que a semana de treinos vai servir para construir um esquema ofensivo que complemente os setores da equipe, sem perder a força defensiva.

Isso é importante (as vitórias e o bom momento antes do clássico). Saímos atrás na competição e passamos por uma maratona de jogos. Sabíamos que era muito importante (vencer e chegar ao G4). No começo foi muito desequilibrada a questão dos jogos em casa. Fizemos quatro jogos e apenas um como mandante. Tivemos dificuldades para pontuar e nos escapou alguns resultados importantes também, como com a Caldense lá, no finalzinho. A gente precisava, acima de tudo, do resultado. Gostaríamos de ter um resultado mais elástico, com uma vitória mais tranquila, mas, por outro lado, nossa equipe tem sofrido poucos gols. Em apenas duas partidas tomamos seis. Nas outras rodadas, em quatro não sofremos gols. São coisas importantes pra gente também. Vamos continuar firme no intuito de poder melhorar e buscar nossa classificação, que é o mais importante”, indicou.
O treinador elogiou o rival, mas apontou que a semana de preparação do Coelho pode ser um ponto positivo antes do embate no domingo. A Raposa vai a Alagoas enfrentar o Murici pela Copa do Brasil. Na fase anterior da competição, o América empatou em 0 a 0 com o time alagoano e acabou eliminado nos pênaltis. Além da longa viagem, o gramado do estádio José Gomes da Costa também é uma dificuldade a mais que deve ser contabilizada ao Cruzeiro.

“A gente tem a semana para poder preparar e concentrar nesse clássico. A equipe do Cruzeiro tem demonstrado muita qualidade nesta temporada. Tem variado a equipe e mantém um padrão de muita qualidade. Hoje o Lucas Silva já iniciou o jogo. O Thiago Neves nem começou. Eles têm ótimos jogadores e, eventualmente, em uma situação de desgaste tem boas opções de reposição. É um confronto extremamente difícil. É uma equipe que permanece invicta também. Então vamos nos preparar bem para esse confronto”, ponderou Enderson.

Fonte:uai.com

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*