DONO DA BOLA PARADA: OTERO APRIMORA CHUTES E TREINA COBRANÇAS DE ESQUERDA

Venezuelano tem dois gols em cobranças de faltas desde que chegou ao Atlético-MG, na temporada passada, e agora tenta com aprimorar a pontaria com a outra perna

 

Não importa de onde é a cobrança de falta para o Atlético-MG. O meia Otero é sempre o primeiro a se apresentar para a batida. Dono de um poderoso chute de perna direita, o meia venezuelano já marcou dois gols em chutes de longa distância, um em 2016, contra o Figueirense, no Brasileiro, e outro nesta temporada, contra o Joinville, pela Primeira Liga. Ele quer mais. Destro, Otero também treina cobranças de falta com a perna esquerda em algumas oportunidades. O trabalho é uma opção do próprio jogador, que faz este aprimoramento com o outro pé desde a época de Huachipato, do Chile.

No entanto, questionado se vai tentar arriscar de canhota nos jogos, ele prefere deixar a chance para Fábio Santos.

 

Se o treinador deixar ou se no momento do jogo puder acontecer, mas acho que não, porque tem o Fábio Santos para isso. Eu treino de canhota apenas para aperfeiçoar. No Chile, eu batia o escanteio de canhota ou falta porque o treinador pedia. Não tinha um bom canhoto dentro do campo – completou o jogador.

A mira calibrada e a força no chute são aprimoradas diariamente na Cidade do Galo, como no treinamento da última quinta-feira, quando ficou um longo período junto de Cazares apenas cobrando faltas.

Otero sabe da responsabilidade de ser o cara das bolas paradas do Atlético-MG, mas vai deixar o Cazares, companheiro de faltas no treino, arriscar algumas vezes durante as partidas do Galo.

– A verdade é que estou muito bem no treino, mas tem que acontecer nos jogos. A gente sempre treina para estar bem nos jogos e fazer a melhor batida. Cazares também bate muito bem na bola. Vai ter a oportunidade também, mas só se eu deixar – brincou o meia venezuelano.

 

Fonte:globo.com

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*