CRUZEIRO CONTA COM ARRASCAETA GOLEADOR NO MINEIRÃO E EM CLÁSSICOS PARA BATER ATLÉTICO

Camisa 10 celeste é especialista em balançar a rede no Gigante da Pampulha

Arrascaeta já deixou claro que gosta de jogar clássicos. Em 2017, ele foi decisivo nos dois encontros do Cruzeiro com o Atlético no Mineirão: marcou o gol da vitória por 1 a 0, pelo Grupo C da Primeira Liga, em 1º de fevereiro; e contribuiu com um tento e uma assistência no triunfo por 2 a 1, pela 10ª rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro, no dia 1º de abril. Agora, a missão do camisa 10 é liderar a equipe na decisão do Estadual, que começa no próximo domingo, às 16h, no Gigante da Pampulha.

A prévia de que Arrascaeta pode brilhar na final foi dada no último domingo, na vitória por 2 a 0 sobre o América, também no Mineirão, pelo jogo de volta das semifinais da competição. Com passes de Diogo Barbosa e Hudson, o gringo balançou a rede em duas oportunidades, funcionando praticamente como um “centroavante” e atingindo nove gols em clássicos (quatro diante do Atlético e cinco contra o Coelho).

O Mineirão também é aliado do meia-atacante. Com os dois gols diante do Coelho, Arrascaeta chegou a 19 tentos no estádio (57 apresentações) e se isolou na terceira posição no ranking dos atletas que mais marcaram na arena reinaugurada em fevereiro de 2013. Estão acima dele apenas o atacante Willian (27 gols em 84 jogos) e o meia Ricardo Goulart (22 gols em 48 jogos).
Autor de sete gols em 19 partidas na temporada, o uruguaio ressaltou que o bom rendimento particular de cada atleta contribui de modo significativo para o elenco. “É bom para o grupo, para o time. Cada um faz sua parte, ajuda… depois, individualmente, quem joga na frente é beneficiado por fazer gols e dar assistências. O importante é o time ir bem”.

Não são apenas os registros individuais que motivam Arrascaeta na final do Campeonato Mineiro. Xodó da torcida, o jogador de 22 anos quer conquistar seu primeiro título pelo Cruzeiro, clube que defende desde janeiro de 2015. “Jogador só fica na história do clube quando ganha título. Temos essa possibilidade e vamos trabalhar por isso”.

Para ser campeão mineiro, o Cruzeiro precisa construir vantagem sobre o Atlético no placar agregado da decisão. A igualdade favorece ao time alvinegro, que terminou a primeira fase do torneio na liderança (somou os mesmos 27 pontos celestes, mas ganhou uma partida a mais: 9 a 8). A partida de volta ocorrerá no outro domingo, dia 7 de maio, inicialmente no Independência.

Fonte:uai.com

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*