AGORA CONCORRENTES, CAZARES TEM ROBINHO COMO INSPIRAÇÃO PARA BRILHAR

Cazares foi titular nas seis primeiras partidas do Atlético-MG na temporada 2017. Mas o camisa perdeu a posição no jogo passado, contra o Democrata-GV, para Robinho, que retornou após um período machucado para jogar mais centralizado, como deseja o técnico Roger Machado. A decisão do treinador torna Cazares e Robinho concorrentes por uma vaga no Atlético.

Nesta quarta-feira, diante da Chapecoense, Cazares vai ter uma nova chance como titular. Oportunidade para mostrar ao técnico que ele e Robinho podem sim atuar juntos no Atlético. Para o equatoriano, a chance de atuar ao lado do Rei das Pedaladas serve como inspiração.

“Sabemos da qualidade que o Robinho tem. Ele jogou nos melhores times do mundo. Jogar com um jogador assim é bom. Dá para melhorar muitas coisas como fazemos. Ele faz muitas coisas e nós temos que aprender. Gostaria de jogar com ele”.

O confronto com a Chapecoense vale pela última rodada da fase de grupos da Primeira Liga. O Atlético precisa vencer para avançar. Até mesmo um empate pode ser suficiente para o time alvinegro, desde que o Joinville não vença o Cruzeiro por três ou mais gols de diferença, na próxima semana. Como o Atlético tem a estreia na Libertadores em uma semana, o time para o jogo desta noite vai ser composto por reservas.

“Nunca falo que tenho que ser titular. Trabalho para jogar. Estou tranquilo, muito feliz. Se tiver que sair ou jogar, vou ficar igual, feliz, seguindo trabalhando”, disse Cazares, que admite oscilar dentro de campo. O camisa 10 sabe que nem sempre atua bem.

“Nem sempre jogo bem, me cobro, mas isso acontece. Não sou perfeito, posso ter um dia ruim, posso errar. Estou tranquilo. Se um dia eu fizer um gol, vão falar que eu sou o melhor. Se eu não marcar, vão falar é que não estou bem. Eu estou tranquilo, tentando fazer o meu melhor. Importante é que não estou me machucando e estou jogando”.

E Cazares está devendo em 2017. Após receber a camisa 10 do Atlético, o equatoriano ainda não conseguiu ser decisivo, foi em jogos importantes da temporada passada, como no Brasileirão, na Libertadores e na Copa do Brasil. Nesta temporada, em sete jogos, o equatoriano ainda não marcou nenhum gol e nem mesmo deu uma assistência sequer.

Fonte:uol.com

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Deixe uma resposta

Seu e-mail não será publicado.


*